alcon

Precisão e qualidade: marcas registradas na Alcon Pet

 

Localizada no sul do país, em Camboriú (SC), a Alcon Pet fabrica uma linha completa de alimentos para peixes ornamentais, aves, répteis, roedores e primatas, além de condicionadores de água, testes e medicamentos. Com qualidade reconhecida e atestada pelos seus clientes, os produtos da empresa estão sob rigoroso controle de qualidade em todas as fases do processo de fabricação, da cuidadosa seleção de matérias-primas até os processos de embalagem e entrega.

A empresa tem distribuidores exclusivos em todo o Brasil e também vende no mercado internacional. O engenheiro agrônomo da empresa, Rodrigo Barreto, contou um pouco mais sobre as operações.

Com tantos anos de atuação no mercado, quais são os principais desafios do setor no momento? Como a Alcon Pet tem agido para combatê-los?

Infelizmente, ainda vemos muitas empresas que colocam produtos ilegais ou irregulares nas prateleiras, comprometendo a seriedade do mercado. Na Alcon, acreditamos no discernimento e nas ações dos órgãos reguladores. Por isso, todas as nossas instalações e produtos são autorizados pelo Ministério da Agricultura e, em paralelo, desenvolvemos pesquisas científicas para oferecer aos consumidores o que há de melhor em nutrição e qualidade de vida para os pets.

Com participação de mercado de alimento para vários animais, qual o principal foco da Alcon Pet?

Buscamos oferecer soluções em nutrição e cuidados com os grupos animais menos tradicionais, ou seja, peixes, aves ornamentais, répteis, roedores e coelhos de estimação, além de primatas. Trabalhamos para quebrar paradigmas como o da alimentação de aves ornamentais com misturas de sementes, mostrando as vantagens do uso de rações balanceadas completas.

Pode nos contar um pouco sobre o processo de desenvolvimento de novos produtos na empresa?

Temos uma equipe com formação e especialização em várias áreas, trabalhando constantemente em pesquisa e desenvolvimento. Além de buscar atender as necessidades nutricionais das diferentes espécies, nossos técnicos estão sempre em contato com os ingredientes e conceitos de nutrição mais modernos. Outra preocupação é o monitoramento das carências e necessidades dos pets e de seus tutores, de modo a trazer produtos que de fato satisfaçam os consumidores.

Como surgiu a decisão de associar-se à Abinpet? Nesse sentido, quais são os principais desafios para o setor?

A busca por melhores caminhos para o mercado pet requer organização e união, por isso a importância de ser um associado. Os principais desafios para o setor estão relacionados a romper barreiras regulatórias, que dificultam o desenvolvimento do mercado interno e também a exportação. Este trabalho é hoje representado pela Abinpet.

Acesse: http://alconpet.com.br/.

granvita

Naturalmente saudável

Com sede em Pará de Minas, no centro-oeste de Minas Gerais, a Granvita iniciou suas atividades como distribuidora de produtos de nutrição e saúde animal. A produção só se iniciou sete anos depois, em 1999, e logo se destacou pelo elevado padrão de qualidade e aceitação de alimentos para animais de estimação. Com entrega em frota própria, a empresa dispõe de uma equipe de logística em permanente treinamento, para assim prestar o melhor serviço aos seus clientes, garantindo-lhes o recebimento dos produtos em sua plena integridade e qualidade. Conversamos com José Luis Santos, diretor geral da Granvita, que nos contou um pouco sobre a empresa.

Como é o processo de pesquisa e desenvolvimento de produtos em uma empresa 100% nacional?

Na Granvita, o desenvolvimento de produtos segue as indicações do departamento técnico, que conta com um permanente monitoramento da qualidade das matérias-primas e do alimento final, através de um moderno laboratório próprio, que garante uniformidade e superior padrão de qualidade. Além disso, a empresa possui elevado grau de automação, colaboradores capacitados e fornecedores qualificados; tudo isso para produzir alimentos para cães e gatos com alto padrão.

Qual a representatividade do setor Pet para as atividades da empresa?

A Granvita é uma empresa dedicada exclusivamente à produção de alimentos para animais de companhia, especificamente, cães e gatos, sendo assim, 100% das nossas atividades são voltadas ao setor. Nossas linhas incluem “Super Premium” para cães e gatos, “Premium Especial” para cães e “Premium” para cães e gatos.

 Como entende os principais desafios do setor atualmente, e qual caminho deve ser trilhado?

O maior desafio é sobreviver aos altos impostos, principalmente depois do período de crise econômica, que desestruturou o estado de Minas Gerais em 2016.

Qual a importância de associar-se a uma entidade representativa do setor pet, como é a Abinpet?

Pra nós da Granvita, a importância de ser um associado de uma entidade como a Abinpet é principalmente a oportunidade de termos uma visão mais ampla do setor, de poder participar de debates que tratam das questões legais regulatórias, técnicas, tributárias, juntamente com as principais empresas do meio.

Acesse: http://www.granvitapet.com.br/.

Argepasi

Quem ama alimenta com qualidade

 

Boa nutrição é sinônimo de saúde na Argepasi Alimentos, empresa instalada desde 2002 na cidade de Jaborá, Santa Catarina. A disponibilidade de profissionais capacitados e sensíveis às necessidades e peculiaridades dos animais, somada ao constante investimento em alta tecnologia de processamento e extrusão de alimentos, proporcionam produtos cada vez mais saborosos e nutricionalmente equilibrados. Desta forma, a qualidade de tudo que a Argepasi faz resulta em saúde e vitalidade para o animal de estimação.

Para saber mais sobre os processos de desenvolvimento, conversamos com Paulo Argenton, diretor geral da empresa.

 

Como é o processo de pesquisa e desenvolvimento de produtos em uma empresa 100% nacional?

O processo de desenvolvimento aqui na Argepasi baseia-se nas tendências de mercado. Pesquisamos o que o consumidor procura e então, juntamente com nossa equipe de nutricionistas e técnicos de produção, fabricamos nossos produtos.

Qual a representatividade do setor pet para as atividades da empresa?

O setor pet representa 50% das nossas atividades. Trabalhamos com cinco linhas de rações para cães e quatro para gatos. O restante corresponde a avicultura, aquacultura e eqüinocultura.

Como entende os principais desafios do setor atualmente, e qual caminho deve ser trilhado?

 O setor pet tem um alto índice de informalidade, favorecido pela falta de fiscalização do governo e fomentada pela enorme carga tributária. Isso dificulta nosso trabalho. Para enfrentarmos essa questão, decidimos apostar no incremento da qualidade e variedade de nossa linha de produtos.

Qual a importância de associar-se a uma entidade representativa do setor pet, como é a Abinpet?

Ser um associado Abinpet é importante porque acreditamos que nós e os demais associados podemos manter melhores condições de relacionamento com o poder público e reivindicar melhorias na regulamentação técnica e normativa do setor. Além disso, buscamos redução de tributos.

Acesse: http://www.argepasi.com.br/.

nutriave

Cuidado e modernidade para a nutrição animal

Com 30 anos de atuação na área de nutrição animal, a Nutriave possui um moderno parque industrial de 200 mil m², localizado em Viana, região central do Espírito Santo. O investimento em capacitação de seus profissionais e em novas tecnologias, sustentou ao longo dos anos o crescimento da Nutriave, que detém o maior mix de rações de alta qualidade para cães, gatos, pássaros e animais de produção. A empresa possui também como diferencial logístico um centro de distribuição, com frota própria para entrega e atuação em todo o território nacional. Na entrevista abaixo, Marco Túlio, gerente comercial da empresa, fala sobre os desafios do setor e os cuidados em relação ao meio ambiente.

Com tantos anos de atuação no mercado, quais são os principais desafios do setor no momento? Como a Nutriave tem agido para combatê-los?

Apesar de ser uns dos poucos setores da economia que ainda cresce, o momento crítico que o país está passando tem afetado diretamente na escolha de produtos de maior valor agregado. Além disso, temos enfrentado a escassez de algumas matérias-primas e o consequente aumento de custo sem que seja possível o repasse integral. Outra questão é a carga tributária excessiva e a falta de uma legislação mais clara sobre a classificação de produtos. Para combater tudo isso, a Nutriave Alimentos pauta suas ações em um dos pilares que compõem os seus valores: o respeito. Nossa preocupação começa pelo animal que receberá o alimento, o consumidor final que busca o melhor para seu pet, e a toda a cadeia de distribuição envolvida nesse processo. Respaldados por um Centro de Tecnologia Animal referência na América Latina, entregamos produtos e serviços que não só atendem as necessidades nutricionais, mas que melhoram a qualidade de vida destes animais. Entendemos que a melhor maneira de crescer é entregar excelência em tudo que fazemos.

Quais os projetos da empresa na área de sustentabilidade?

A Nutriave é responsável pelo recolhimento de carcaças de frigoríficos de peixes de boa parte do litoral do Espírito Santo, resíduos estes que antes seriam descartados no meio ambiente e hoje são transformados em farinha e óleo de peixe – matéria-prima de excelente valor biológico.  Na produção da farinha e do óleo, é gerado um efluente líquido utilizado na fertirrigação para a produção de eucaliptos, que alimentam as caldeiras da unidade industrial. Além disso, também nos utilizamos de diversas outras práticas industriais que visam diminuir os impactos ambientais no processo de produção e reaproveitamento da água no processo de produção.

Qual a representatividade do setor Pet para as atividades da empresa?

O setor de pet food responde por 48% do nosso negócio, o restante é composto por rações e suplementos para animais de produção.

Por que se associar à Abinpet?

Visando o fortalecimento do setor, a Nutriave decidiu se associar à Abinpet, por se tratar de uma associação representativa e atuante.

Acesse: http://nutriave.com.br/.