Abinpet.org.br | NuTrópica
21183
single,single-post,postid-21183,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,boxed,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

NuTrópica

NuTrópica

Nutrópica

Pioneirismo e tradição

 

Fundada por um grupo de pessoas apaixonadas pelo o que fazem, a NuTrópica foi criada com a missão de oferecer o que há de melhor e mais sofisticado em nutrição para pequenos animais. Há 20 anos no mercado, a empresa trabalha o conceito de alimento espécie específico, que consiste em basear todo o processo de pesquisa e desenvolvimento dos produtos nas necessidades e características de cada espécie. José Selmi, sócio da empresa, conversou com a Abinpet sobre os desafios do setor e sua paixão por aves.

NuTrópica é pioneira em desenvolvimento e produção de alimentos para aves. O que despertou o interesse neste segmento?

A empresa é resultado de uma paixão pessoal. Sempre gostei de animais e administrava uma empresa de alimento para cães e gatos. Decidi criar a NuTrópica para focar em aves e pequenos mamíferos. Hoje, temos orgulho em ser a primeira empresa na América Latina a desenvolver e produzir alimentos Super Premium para essas espécies.

Qual a representatividade do setor pet para as atividades da empresa?

O setor pet representa 100% do nosso negócio. Nosso foco principal é a produção de alimentos Super Premium, por isso cada produto é elaborado a partir de uma combinação exclusiva de grãos integrais, frutas desidratadas, ovos, mel, etc. Para nós, a saúde, bem-estar e longevidade dos pequenos animais vêm em primeiro lugar.

 

Em sua opinião, quais são as oportunidades e desafios deste mercado?

Devido às mudanças da sociedade, homens e mulheres trabalham, moram em apartamentos pequenos e não mais em casas com quintais grandes. Por isso, o mercado de pequenos mamíferos como ferret, hamster, porquinho da índia aumentou. Então temos um grande potencial de consumo, somando ainda o fato de o Brasil ser o 2° país em quantidade de aves.

Um micro desafio seria mudar o mau hábito das pessoas de alimentar aves com semente e não com ração. Só as sementes não garantem os nutrientes necessários a esses animais. Já o macro desafio seria superar a crise econômica que afeta o país e interfere não só no mercado pet, mas em todos os demais, e faz, por exemplo, o dono do animal comprar alimento sem qualidade.

Por que optou por se associar à Abinpet?

Ser um associado Abinpet foi uma decisão antiga e de grande valia. O setor precisa estar unido para se tornar mais forte e, além disso, a troca de informações e serviços prestados pela associação são muito importantes.

Acesse: http://nutropica.com.br/.